logo

Espaço Saúde

Os acidentes decorrentes do mergulho em águas rasas, seja em piscinas, praias, cachoeiras, rios, lagos e lagoas, são a segunda causa de lesões medulares, atrás apenas de acidentes de carros de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Coluna (SBC).

Esse tipo de trauma pode ter consequências graves, como paralisias de pernas e braços e fraturas e luxações na coluna vertebral.

Ou seja, as pessoas podem ficar tetraplégicas, o que é mais frequente, ou paraplégicas. Sem conta, é claro, com os traumas de crânio, problemas neurológicos e fraturas de mãos e pés.

Por isso cuide-se e tome cuidado na hora de mergulhar!

Compartilhar: